12 Contribuições de Hipócrates

"Forças naturais dentro de nós são os verdadeiros curadores da doença" – Hipócrates

Muito pouco se sabia sobre a doença nos tempos gregos antigos até que Hipócrates começou a dar grandes passos no campo da medicina. Muitas curas modernas remontam a Hipócrates e, por essa razão, ele é conhecido como “o pai da medicina”. Naquela época, pensava-se que a doença era um mal presságio, mas Hipócrates contestou essa teoria e provou que havia razões reais e físicas por trás das doenças. Diz-se que ele nasceu por volta de 460 aC na ilha de Kos e morreu por volta de 370 aC com a idade de 90 anos.

Neste artigo, discutiremos as 12 principais contribuições de Hipócrates:

1. Dedo batendo

Dedo Clubbing

Hipócrates foi o primeiro a diagnosticar esta condição, que é caracterizada pelo inchaço ou inchaço dos dedos. É um dos sintomas da síndrome de Eisenmenger, que é um distúrbio cromossômico que leva a defeitos cardíacos congênitos e hipertensão pulmonar. Naquela época, ninguém tinha ouvido falar da condição.

2. Rosto Hipocrático

O rosto hipocrático, ou fácies latina Hippocratica, descreve uma mudança dramática nas características faciais de uma pessoa que é caracterizada por olhos encovados e bochechas e lábios relaxados. Esses sintomas foram descritos pela primeira vez por Hipócrates e eram um sinal de doença prolongada em vez de aguda. Se as causas não fossem tratadas, a condição poderia ser fatal.

3. Doença Relacionada com o Peito

Grande parte do trabalho e ensino de Hipócrates estava relacionado a doenças do peito. Ele foi o primeiro a drenar um abscesso na parede torácica usando um tubo, e essa técnica ainda é usada hoje. Muitos de seus princípios ainda são ensinados aos estudantes de medicina.

4. Uma cura para hemorróidas

Hemorróidas, ou mais comumente pilhas, é uma desordem do reto e canal anal. Na Grécia antiga, pensava-se que tivesse sido causado por um excesso de bile e fleuma e era difícil de tratar. Hipócrates foi o primeiro a categorizar essa condição, que agora é conhecida por ser causada por um inchaço dos vasos sanguíneos na área retal.

5. Livros Médicos – Corpus Hipocrático

Hipócrates escreveu muitos livros sobre ciência e medicina e um exemplo é o Corpus Hipocrático. Este livro foi escrito em grego iônico e continha palestras, ensaios filosóficos e pesquisas. Também incluiu uma coleção de cerca de 70 doenças diferentes, seus sintomas e tratamentos.

6. Juramento de Hipócrates

Juramento de Hipócrates

Hipócrates era um grande médico e queria que todos aqueles que o seguissem seguissem o mesmo conjunto de princípios e ética. Ele, portanto, propôs o juramento de Hipócrates, que descreve as regras que devem ser seguidas por todos os médicos. O juramento afirma que todos os médicos devem cumprir suas obrigações com total respeito ao paciente e evitar qualquer negligência. O juramento começa jurando sobre os deuses e estabelece uma lista de regras que devem ser seguidas.

O juramento está incluído em seu Corpus Hipocrático. Um exemplo incluído no juramento é que o aborto é um ato imoral. Hipócrates também afirma que qualquer um que siga seu juramento ganhará uma boa reputação como médico. Hoje, a maioria dos estudantes de medicina faz esse juramento de graduação.

7. Cura para empiema

Empiema ou empiema torácico é uma coleção de pus e líquido no espaço entre as duas pleuras pulmonares causada por microorganismos ou bactérias. É também chamado de doença inflamatória respiratória. Pode ser curado com a ajuda de antibióticos e drenos torácicos. Sem tratamento, pode levar a pneumonia.

Os principais sintomas da doença são tosse, febre e dor no peito. Hoje, o diagnóstico para esta doença é uma tomografia computadorizada e raios-X, mas Hipócrates foi capaz de diagnosticar sem o uso dessas técnicas modernas.

📒 Leia online gratuitamente centenas de livros de História Antiga

A doença consiste em três etapas principais: a formação de líquido pleural, formação de septos fibrosos nas membranas e a incapacidade de expandir suficientemente os pulmões. Esta doença pode se espalhar para todas as partes do pulmão e muitas vezes levou à morte até Hipócrates surgiu com uma cura. Era comum em adultos e crianças.

8. A endoscopia

O princípio da endoscopia é olhar para dentro do corpo, e sua forma mais antiga foi inventada por Hipócrates. Na época, as pessoas estavam cautelosas com essa técnica, mas hoje em dia é uma ferramenta de diagnóstico comum usada para detecção precoce de doenças e enfermidades.

9. epilepsia

A epilepsia é uma desordem do sistema nervoso e foi documentada por Hipócrates em seu livro On the Sacred Disease. As pessoas naquela época pensavam que a epilepsia era uma doença sobrenatural sem origem específica, mas Hipócrates sugeriu que se tratava de uma doença física. Ele acreditava que a condição começou com a formação de fleuma nas veias da cabeça e poderia levar à doença mental.

Para alguns, a epilepsia ocorreu no nascimento e outros desenvolveram a doença mais tarde na vida. Hipócrates observou que as crianças pequenas eram propensas a morrer de epilepsia.

Os antigos gregos descreveram a condição como "sagrada", e Hipócrates acreditava que a epilepsia provava que aquele cérebro podia controlar o corpo. Ele também sugeriu que o cérebro era a causa final da morte, porque a incapacidade de respirar era causada por um bloqueio nas veias da cabeça. Ele observou que os principais sintomas da epilepsia eram tremores e uma contração do cérebro.

10. Uso do Espéculo Retal e Outros Instrumentos

O espéculo retal é uma valiosa ferramenta de diagnóstico para médicos e foi usado pela primeira vez por Hipócrates para detectar doenças no interior do corpo. É inserido através do ânus e usado para detectar tumores e inflamação interna.

Hipócrates usou muitos instrumentos como este para diagnosticar doenças e ensinou seus alunos a usar cada instrumento com precisão e quando usá-lo. Ele também inventou instrumentos que poderiam ser usados ​​para realizar cirurgias.

11. Um estilo de vida saudável

Em todos os seus livros, Hipócrates fala sobre a importância de seguir uma boa dieta, como comer alimentos que contenham clorofila e outros alimentos, como wheatgrass, brotos e algas comestíveis.

Hoje, entendemos que o estilo de vida e a dieta pobre podem levar a doenças, e muitos problemas são causados ​​pela ingestão excessiva de gordura e açúcar. Hipócrates identificou isso pela primeira vez quando fez recomendações dietéticas para ajudar as pessoas a manterem-se em forma e saudáveis. Este conselho ainda é válido hoje, como visto em sua sugestão para comer alimentos cheios de clorofila, ou seja, vegetais verdes.

12. Sintomas de Pneumonia

Pneumonia é uma condição inflamatória que afeta a passagem de ar ou sacos aéreos nos pulmões. É principalmente causada por vírus ou bactérias. Hipócrates primeiro apontou os sintomas em crianças e chamou-lhe uma doença "nomeada pelos antigos".

Ele reconheceu que, em casos graves, isso poderia levar à morte, e muitas pessoas morreram de pneumonia porque não conseguiam o tratamento correto. Agora, a pneumonia pode ser tratada com a medicina moderna.

Conclusão

Hipócrates

Hipócrates foi o primeiro a reconhecer que a doença ocorreu naturalmente e não foi devido a influências sobrenaturais. Ele era um discípulo de Pitágoras e passou a ter muitos seguidores. Muitas de suas descobertas ainda formam a base da medicina moderna, não apenas na identificação de sintomas, mas também no desenvolvimento de tratamentos para doenças. Seus escritos foram frequentemente os primeiros a documentar doenças comuns e seus tratamentos, e muitas teorias e dispositivos cirúrgicos foram nomeados em sua homenagem.

Ele veio de uma asclepiadae, ou família médica, e era excepcionalmente talentoso nesse campo; até mesmo Platão o referiu como um médico sábio. Seu objetivo era curar pessoas de doenças, e muitas de suas idéias e métodos desafiavam as crenças da época. Hipócrates enfatizou a importância de primeiro permitir que o corpo se cure e use apenas remédios se isso não funcionar. Entre muitos, suas curas eram vistas como uma forma de magia, salvando vidas que de outra forma teriam sido perdidas. Seu juramento de Hipócrates ainda perdura hoje.

Deixe um comentário