11 Contribuições de Pitágoras

Uma cena da Escola de Raphael em Atenas mostra Pitágoras como um homem barbado, afinando-se por cima e escrevendo com uma pena. Ele está usando uma túnica de manga estendida sobre as pernas enquanto ele inclina a cabeça para escrever, equilibrando um livro na coxa esquerda. Antes dele, uma criança com cabelos longos apresenta-lhe uma lousa escrita. Há outra figura de uma mulher com cabelos compridos atrás da criança, vestindo uma mortalha branca. O filósofo do Oriente Médio Averroes olha por cima do ombro esquerdo, enquanto outra figura barbada, presumivelmente Anaxágoras, olha por cima do ombro direito e escreve notas em um pequeno bloco.

O lógico grego pré-socrático Pitágoras é uma das pessoas mais famosas do mundo, mas ele não escreveu nenhuma de suas teorias, e o que sabemos dele hoje é de outras fontes contemporâneas ou posteriores, como a pintura descrita acima. . Inicialmente de Samos, Pitágoras estabeleceu uma escola em Kroton, no sul da Itália, que ensinava tanto a religião quanto o raciocínio lógico.

Aqui está uma lista das 11 maiores contribuições de Pitágoras:

1. Metempsicose

Embora os detalhes das lições de Pitágoras permaneçam desconhecidos, é possível obter uma idéia geral de outras fontes, como Aristóteles, que escreve sobre as lições dos pitagóricos sem referenciar diretamente Pitágoras.

Um dos princípios fundamentais de Pitágoras parece ter sido a metempsicose, que é a crença de que todos os espíritos são divinos e que, depois da morte, um espírito se muda para outro corpo. Acredita-se que ele tenha sido reencarnado no erudito Hermotimus, que viu o escudo de Euforbus no santuário de Apolo. Sua última manifestação foi como Pirro, um pescador de Delos.

2. Numerologia

Numerologia de Pitágoras

Como indicado por Aristóteles, os pitagóricos usaram a ciência nas áreas de mistério e espiritualismo sem aplicação funcional. A unidade básica, a mônada, falava do lugar de nascimento de todas as coisas, e o número dois, a díade, referia-se à matéria. O número sete era sagrado porque era o número de planetas, o número de cordas em uma lira e porque o aniversário de Apolo era celebrado no sétimo dia de cada mês.

De acordo com o estudioso alemão Burkert, Pitágoras não lidou com a matemática como a entendemos hoje. Burkert afirma que os pitagóricos estavam principalmente preocupados com a aritmética básica, o que eventualmente levou ao início da matemática moderna.

3. O Caminho Público da Vida

Tanto Platão quanto o antigo orador Isócrates sugerem que Pitágoras era um defensor de um novo modo de vida. A escola, ou organização, que Pitágoras estabeleceu em Croton funcionava como um mosteiro, e seus membros compartilhavam seus bens da mesma maneira. Eles também estavam comprometidos um com o outro para a exclusão de pessoas de fora. Um pitagórico dizia: koinà tà phílōn que significava “todas as coisas da mesma maneira entre amigos”.

Havia dois grupos dentro do pitagorismo: o mathematikoi (estudantes) e o akousmatikoi (ouvintes). Os akousmatikoi eram geralmente considerados “velhos mestres” em encantamento, numerologia e ensinamentos religiosos, enquanto os mathematikoi eram reconhecidos como um grupo inovador que era mais progressista, pragmático e científico.

4. Música e Estilo de Vida

A busca pela música pode ter sido associada ao amor de Apolo. Os pitagóricos acreditavam que a música era uma purificação para o espírito e tinha um efeito similar àquele que a medicina produzia no corpo. Uma das histórias de Pitágoras relata que quando ele testemunhou alguns jovens embriagados tentando invadir a casa de uma dama, ele cantou para eles, e a “persistência furiosa” dos jovens foi silenciada.

Pitágoras foi a primeira pessoa a recomendar a música como receita médica. Ele conectou a música ao artesanato, design, governo, criação de uma família, companheirismo e auto-aperfeiçoamento. Ele achava que era possível alinhar as almas à sua natureza perfeita, e através da música ele executava o que ele chamava de “ajustes da alma”. Pitágoras também associava a aritmética à música e acreditava que a música não deveria ser vista apenas como diversão. Ele acreditava que a música era um fluxo de harmonia, a regra divina que procurava banir a confusão e o conflito no cosmos. Ao longo destas linhas, a música era vista como tendo uma dupla função, como a ciência, que capacitava as pessoas a ver as estruturas da natureza.

📒 Leia online gratuitamente centenas de livros de História Antiga

Os pitagóricos também dão muita importância ao exercício físico e recomendam caminhadas matinais diárias e atividades esportivas. Períodos de auto-exame no início e no final de cada dia foram também aconselhados.

5. Cosmologia

Cosmologia de Pitágoras

Pitágoras foi a primeira pessoa a sugerir que a Terra era uma esfera, mas não está claro o que o levou a essa conclusão. É possivelmente ligado à sua crença de que os círculos eram a forma mais forte.

Sua experiência do universo era provavelmente excepcionalmente básica: na época, a Terra ainda era considerada o ponto focal do universo, com tudo girando em torno dela. A visão pitagórica do universo era bastante direta e não levava em consideração nenhuma observação dos movimentos dos planetas. Eles acreditavam que os planetas se moviam em círculos gigantescos e que, quando eles se tocavam, faziam um som. Eles acreditavam que esses sons eram harmonias melódicas, e essa música passou a ser conhecida como a Música das Esferas. Esta música não era audível porque era um ruído de fundo constante.

Os pitagóricos também acreditavam que a Terra, os planetas e as estrelas circundavam uma chama central e que a noite e o dia eram causados ​​por esse movimento. Eles acreditavam que existia um "contra-terra" do outro lado da chama. Desde que eles sentiram que o fogo era mais importante que a terra, o ponto focal do universo deve ser o fogo.

Pitágoras foi o primeiro a perceber que Vênus à noite e Vênus em direção ao início do dia eram o mesmo planeta.

6. Matemática

Fórmulas matemáticas de Platão

Pitágoras começou a idéia de um sistema numérico e, portanto, o começo da matemática. Para os pitagóricos, os números genuínos eram a coisa mais importante e os números compunham o mundo.

7. Lições Religiosas

As lições religiosas de Pitágoras baseavam-se no princípio da metempsicose, segundo o qual o espírito nunca morre e está vinculado a um ciclo de reencarnação até que ele possa se libertar disso através da virtude.
Acreditava-se que existisse uma alma tanto na vida animal quanto na vegetal, mesmo que não houvesse nenhuma prova que indicasse que Pitágoras achava que o espírito poderia estar contido em uma planta. Poderia, no entanto, estar contido no corpo de uma criatura, e Pitágoras professava ter ouvido a voz de um companheiro morto no lamento de um cachorro sendo espancado.

8. Teorema de Pitágoras

Teorema de Pitágoras

Pitágoras é mais famoso por suas idéias em geometria. Ele foi o primeiro a propor que o quadrado da hipotenusa (o lado do triângulo oposto ao ângulo direito) é equivalente à soma dos quadrados dos dois lados opostos.

Embora esta hipótese tenha sido apresentada pela primeira vez pelos babilônios, Pitágoras foi o primeiro a demonstrá-la. Acredita-se também que ele inventou o tetractys, uma figura triangular que consiste em 10 pontos dispostos em quatro linhas, com um, dois, três e quatro pontos em cada linha. Pitágoras acreditava que 10 era o número ideal.

9. Raciocínio Grego

Aristóteles afirma que o raciocínio de Platão era fortemente dependente das lições dos pitagóricos. Platão também pode ter obtido a ideia de que idéias matemáticas e dinâmicas estão por trás da lógica, da ciência e da moralidade de Pitágoras. Platão e Pitágoras compartilharam uma maneira mágica de lidar com o espírito e seu lugar no mundo material, e é provável que ambos tenham sido impactados pelo orfismo, um conjunto de crenças e práticas religiosas originadas no mundo grego antigo.

10. Cristianismo Primitivo

O historiador Eusébio compara Pitágoras a Moisés, enquanto Agostinho de Hipona (354-430 dC), o teólogo e filósofo cristão primitivo, descartou a teoria da metempsicose de Pitágoras sem nomeá-lo, mas em geral transmitia profundo respeito por ele. Em Sobre a Trindade, Agostinho discute a modéstia de Pitágoras ao se referir a si mesmo como um “admirador do insight” em vez de um “sábio”.
Por volta de uma época similar, o neopitagorismo começou a se tornar mais proeminente, e o primeiro século do lógico neopitagiano Moderatus de Gades foi instrumental no desenvolvimento da filosofia numérica pitagórica e na categorização do espírito como um “tipo de harmonia numérica”.

11. Filosofia de Pitágoras

Pitágoras estabeleceu a misteriosa sociedade dos pitagóricos no sul da Itália. Os pitagóricos propuseram uma hipótese que afirmava que tudo o que é conhecido pela humanidade poderia ser esclarecido com números explicitamente inteiros. Esse raciocínio fazia todo o sentido para eles e é fácil perceber por quê. Ainda hoje, usamos números para tudo, desde calcular a velocidade do vento em uma tempestade até calcular a velocidade de um veículo.

Pitágoras

Conclusão

Pitágoras fez grandes contribuições nos campos da astronomia, matemática, filosofia, música e muitas outras áreas. Ele é considerado o "pai da filosofia", e isso pode ser visto através de seus ensinamentos, suas teorias e suas filosofias. Seu impacto em filósofos posteriores como Platão não pode ser subestimado, e sua influência foi significativa a ponto de poder ser visto como o intelectual mais persuasivo de todos os tempos.

Deixe um comentário