10 peças de vestuário que eram populares na China antiga

As roupas chinesas antigas eram mais do que apenas peças de vestuário para cobrir o corpo. Eles eram os símbolos de prestígio e incorporação da cultura e essenciais para mostrar o status social de uma pessoa. Os ricos e pobres vestiam-se de maneira muito diferente na China antiga. As pessoas pobres usavam mochilas de cânhamo que eram duráveis, soltas e confortáveis ​​para trabalhar nos campos. Por outro lado, as roupas dos ricos eram feitas de seda, tingidas com cores específicas e podiam ser transformadas em designs extravagantes.

Pessoas de classe baixa poderiam ser punidas por usar roupas de seda. A cor das roupas de uma pessoa também era um emblema de identidade na China antiga. Um imperador só podia se vestir de amarelo e, durante a dinastia Shu, os pobres só podiam usar azul e preto. Quando os mongóis conquistaram a China, trouxeram algodão com eles, e o uso de algodão para roupas começou na dinastia Yuan.

A moda chinesa evoluiu com o tempo, mas as roupas chinesas antigas eram muito limitadas. Então, sem mais delongas, aqui está uma lista das 10 principais peças tradicionais de roupas chinesas antigas:

10. Túnicas Como Camisetas Longas (Dinastia Xia)

Túnicas como camisetas longas

Os antigos chineses usavam túnicas como vestes longas e de mangas curtas com ou sem cintos. As mulheres usavam principalmente longas túnicas com um cinto que tocava o chão e os homens usavam um short que tocava seus joelhos. Inicialmente, não havia botões, pois estes foram desenvolvidos muito mais tarde. Algumas pessoas usavam uma jaqueta externa para mantê-las aquecidas durante o inverno, e isso era comumente usado durante a dinastia Xia (2070–1600 aC).

9. Hanfu (roupa tradicional chinesa Han, dinastia Xia)

Hanfu (roupa chinesa tradicional de Han)

O Hanfu refere-se a uma roupa tradicional usada pelos chineses Han. Também era comumente conhecido como o Hanzhuang ou Huafu, que era uma roupa unissex montada a partir de várias peças de roupa.

  • Yi (unissex): vestuário de colarinho aberto
  • Pao (traje masculino): roupa de corpo inteiro fechada
  • Ru: Abra a camisa de colarinho cruzado
  • Shan: Abra o casaco de gola cruzada usado sobre o yi
  • Qun ou chang: saia para mulheres e ku para homens

O Hanfu foi derivado do Livro de Han, que descreveu como "ele [Qu Li] veio ao tribunal várias vezes para prestar homenagem e foi extravagante pelo estilo de vestir dos Han." O Hanfu foi projetado para conforto e facilidade. Tinha uma gola cruzada, cós e uma lapela direita.

8. Adorno e Jóias

Adorno e jóias na China antiga

Adornos e jóias não eram apenas parte da moda, mas também símbolos de status social. Havia muitas regras sobre o uso de jóias. Um indivíduo pode identificar facilmente o status social de uma pessoa olhando suas jóias. Os homens usavam ganchos ou fivelas de cinto e as mulheres usavam pentes e grampos de cabelo. Os antigos chineses usavam mais prata que ouro. Eles também usavam outros materiais, como penas azuis de martim-pescador, gemas azuis e vidro.

O antigo chinês preferia jade sobre qualquer outra pedra. Eles acreditavam que o jade tinha qualidades humanas de dureza, durabilidade e beleza. Os primeiros desenhos de jade eram simples, mas evoluíram com o tempo. Nem homens nem mulheres usavam brincos na China antiga. Amuletos eram comumente usados ​​como jóias com o símbolo do dragão neles.

7. Pien Fu

Pien fu, antigo vestido chinês

O pien fu é um vestido cerimonial que consiste em duas peças. Uma delas é uma túnica que se estende até os joelhos no topo, e a outra é uma saia que chega até os tornozelos no fundo. A saia foi usada principalmente para ocasiões formais. Esta única peça de duas peças estava disponível em cores diferentes, cada cor tendo um significado diferente. Por exemplo, o vermelho representava o verão, o verde pela riqueza, a harmonia e o crescimento, e o preto pelo inverno . O pien, um chapéu em forma de cilindro, foi usado com o pien fu.

6. Sheni

Sheni, vestido chinês antigo

O sheni é uma modificação do pien fu. É uma combinação de uma túnica e uma saia costuradas para se tornar um único terno longo. O sheni era extremamente popular na China antiga. Era comum entre funcionários do governo e estudiosos. O sheni inspirou-se no tradicional pien fu, com um corte semelhante. As dobras e o envolvimento do sheni usando tecido excessivo também foram modelados no pien fu.

📒 Leia online gratuitamente centenas de livros de História Antiga

5. Chang Pao

Chang pao, antigo vestido chinês

O chang pao é um traje simples que cobre a maior parte do corpo dos ombros até os tornozelos. É uma combinação de várias outras roupas chinesas. Era um vestido largo, especialmente usado por homens.

O chang pao foi introduzido pelos manchus que viajavam do norte da China, onde o inverno era mais frio do que na China central. O desenho da ferradura era proteger as mãos do frio no inverno. Os homens podiam arregaçar as mangas enquanto conduziam seus negócios diários ou caçavam.

4. O Shenyi

O Shenyi, vestido tradicional chinês

O shenyi é uma roupa masculina tradicional chinesa. Foi usado principalmente durante ocasiões formais, como cerimônias e funções oficiais. Os eruditos-oficiais usaram-no durante as dinastias Song e Ming, e durante a dinastia Shang ele foi usado em muitas ocasiões formais e como traje de corte. Mais tarde, tornou-se popular na Coréia e no Japão. O vestido declinou em popularidade durante a dinastia Tang.

O shenyi era feito de rami ou linho, tecido que precisava ser branqueado. A parte superior do shenyi era composta de quatro painéis representando as quatro estações do ano, e a parte inferior era composta por 12 painéis de tecido, representando os 12 meses do ano.

3. Roupas para a cabeça (Phoenix Crown, Tang oficial Headwear, Song oficial Headwear, Ming)

Coroa de fênix, vestido chinês

O boné ou chapéu tem uma longa história na China antiga e era um item importante de vestuário. Os homens usavam chapéus e as mulheres preferiam postiços. O chapéu foi visto principalmente em homens, uma vez que atingiram a idade de 20 anos, como um sinal de que eles haviam atingido a idade adulta. O antigo chapéu chinês era bem diferente dos estilos atuais. Cobria apenas parte da calvária com sua crista estreita em vez de toda a cabeça como um gorro moderno.

O limite também é indicativo de hierarquia e status social. Os pobres não podiam usar chapéus. Durante a dinastia Han (206 aC-220 dC), o chapéu era semelhante ao boné moderno, mas tinha que ser usado com uma faixa de cabeça. Durante as dinastias Liao (916–1125 AD) e Jin (1115–1234 AD), as pessoas usavam capas de pele.

2. Panling Lanshan

Paneling lanshan, antigo vestido chinês

Durante a dinastia Ming, o paneling lanshan era o traje formal usado por estudiosos e estudantes. Não foi usado com roupas de baixo de colarinho cruzado.

1. Dragon Robe

Túnica de dragão, vestido real chinês

O manto de dragão era o traje diário dos imperadores. Eles consideravam o dragão um símbolo importante, já que os dragões teriam emergido do céu nos tempos antigos. O manto tinha uma gola redonda com botões à direita. A maioria dos botões era amarela porque era a cor oficial dos imperadores. Assim como o dragão simbólico, muitos outros animais foram apresentados, como a águia, o tigre, a cobra e o demônio.

Conclusão

As roupas eram altamente simbólicas na China antiga. O vestido fazia parte de uma cultura que mostrava o lugar de cada indivíduo na sociedade. Arqueólogos encontraram artefatos com milhares de anos, como contas de pedra, ornamentos e tecidos de seda. Essas descobertas nos ajudam a entender como a roupa era usada na China antiga e como a roupa tradicional chinesa mudou com o tempo.

Deixe um comentário